ATON apresenta projeto para a Diretoria do Nacional

Nessa noite de segunda-feira (10/10) a ATON apresentou para diretoria do Nacional as sugestões discutidas nas reuniões, veja na íntegra o projeto:

SUGESTÕES DA ATON (torcedores) PARA NACIONAL FUTEBOL CLUBE
1.       Implantação de um Departamento de Marketing e Assuntos Estratégicos
 A ATON entende que o marketing do Nacional precisa ser revigorado para valorizar a marca Nacional FC e conseguir patrocinadores que viabilizem um projeto para um Nacional forte, e revigorem a identidade do clube.
2.       Diretoria e Gerência de Futebol, ocupadas por pessoas com profundo conhecimento de futebol profissional. É consenso entre os torcedores que as pessoas à frente das ações ligadas ao futebol devem possuir conhecimento, compromisso, experiência, dedicação e proatividade.
3.       Chega de amadorismo. Final das experiências com pessoas à frente do futebol do Nacional sem o menor conhecimento do que estão fazendo, do que foi feito antes, ou das ações corretas a serem feitas (planejamento).
4.       Escolha imediata do técnico: As diretorias, uma vez implantadas , devem escolher o mais rápido possível o técnico, de modo a iniciar imediatamente o planejamento técnico para as competições de 2012.
5.       Perfil do Técnico: profissional experiente e referenciado, com conhecimentos técnicos,  científico, e atualizados de futebol. A torcida entende que o técnico do Nacional deve ser um profissional de incontestável competência e especialista na ascensão entre as divisões.
6.       Aval da torcida na escolha do técnico: a ATON entende que deve ser ouvida quanto ao técnico que for escolhido para o comando do clube. (todo mundo sabe quem é menos a torcida)
7.       Audiência preliminar com a diretoria e o técnico, para apresentação do projeto médio e longo prazo, para o futebol do clube. Realização de audiência preliminar com o técnico, no qual este apresentará seu projeto e planejamento para as ações ligadas à parte técnica. Assim, tanto a diretoria quanto a ATON poderão avaliar o projeto, o compromisso e a sinergia do técnico para com o clube.
8.       Início da preparação para 2012 o mais rápido possível, tão logo os passos anteriores sejam cumpridos. O consenso é que a preparação para 2012 deve começar o mais cedo possível, em 2011, mais tardar novembro ou início de dezembro, devido às férias na segunda metade de dezembro.
9.       Para o futebol:
a.       Utilização de atletas com compromisso e identificação pessoal com o clube e a torcida. A longa lista de jogadores que vestiram a camisa do Nacional em 2011 sem nada acrescentar deve ser tomada como um exemplo negativo para o futuro do clube.
b.       Aproveitamento de atletas das categorias de base. Revitalização das mesmas. Realização de peneiras com o nome do Nacional à frente.
c.        Time jovem: limitar a média de idade do elenco, a fim que o mesmo possa servir mais de uma temporada, emprestando estabilidade e padrão ao time.
d.       Aproveitamento de jogadores que jogaram em 2011, e mostraram compromisso com a camisa do Naça:  Igor-CE e Igor-RS. Repatriar Douglas, Titton e Santiago.
e.       Contratação de um atleta com nome “de peso”, ou seja, uma contratação de impacto tanto pelo futebol quanto pelo marketing.
f.         Limitação do número de atletas oriundos de fora do estado. Limitar o número de jogadores trazidos pelo técnico. Busca de talentos externos principalmente nos mercados do Nordeste e do Norte. Ou seja, estabelecer uma política de contratação de jogadores que permitam afastar a inconstância, instabilidade, falta de comprometimento, etc. que marcaram os elencos do Nacional nas últimas temporadas.
g.       Realização de pré-temporada em Manaus, e posterior realização de excursão pelo interior do AM e em outros estados da região. O time deve entrar nos campeonatos que disputa com a preparação otimizada, e não se preparar em meio à competição.
h.       Propor e fechar uma parceria com Instituição de ensino superior: a exemplo do que já vem acontecendo com Ulbra e Nilton Lins, que fecharam parcerias com adversários do Nacional, a ATON entende que é estratégico estabelecer este tipo de parceria, fazendo com que o clube possa ter acesso a conhecimentos acadêmicos avançados em áreas das ciências de saúde, administração, jurídico, etc.
i.         Centro de Treinamentos Barbosa Filho: Que a ATON encampe (assuma) ou fiscalize a administração do CT, aproveitando a expertise bem sucedida nesse sentido, tendo a participação de dois integrantes da presente comissão de torcedores, a saber, Wilson e Adalberto, que participaram e lideraram a administração do CT em ocasião anterior.
                                                               i.      Realizar uma campanha para adoção das casas, possibilitando a reforma das mesmas.
                                                              ii.      Não utilização do campo de treinamentos do futebol profissional para realização de torneios e jogos estranhos ao futebol profissional do clube. Essa utilização deprecia o gramado, e nenhum ingresso de recurso repõe essa depreciação. O CT deve ser encarado como instrumento (ou recurso) de trabalho da comissão técnica e dos jogadores, portanto deve ser utilizado para essa finalidade, lembrando o adágio popular de que um bom profissional também se reconhece pelo cuidado que o mesmo tem por suas ferramentas de trabalho. O CT também é um diferencial estratégico em favor do Nacional, pois praticamente todas as outras agremiações locais não têm campo, e o único adversário que também possui campo o mantém em condições deploráveis, não sendo boa prática imitá-lo. A realização de peladas no campinho atrapalha o aquecimento quando tem jogo no campão. O pessoal que freqüenta nem tem afinidade com o clube. A menos que seja pago pra usar (e até onde sabemos, não é), será que vale a pena?
                                                            iii.      Caso seja utilizado por terceiros, o campo deve gerar a receita suficiente para remunerar a recuperação do gramado, estrutura e o pessoal colocada à disposição do terceiro interessado, além de gerar alguma forma de ganho para o clube, que não é uma instituição filantrópica. (ressalvadas eventuais promoções beneficentes).
                                                            iv.      O gerente/diretor/supervisor deve estar informado de toda e qualquer utilização do gramado e das instalações do CT, devendo gerar informação aos outros dirigentes, e relatórios de receita/despesa relativa ao mesmo.
                                                              v.      Realização de uma nova engenharia para:
1.        O alambrado atrás do gol oposto aos vestiários, devido à possibilidade de acidente com os postes metálicos de sustentação;
2.       O dreno de águas pluviais;
10.    Após a diretoria analisar as sugestões acima, solicitamos que dê um retorno sobre o que pode ou não ser implementado. Caso as mesmas não puderem ser, justificar o motivo, à ATON, a fim de que possamos entender a situação e as dificuldades, até para evitar críticas injustas no futuro.
Atenciosamente,
                                                             
                                                              Samir Dias Abinader
                                                               Presidente – ATON
   Natan Castro                                                                                               Roberval Lima                            Vice-Presidente                                                                                            Tesoureiro
                                                             
Mauricio Gama

                                                                              Secretário Geral 

Comments

comments

265 comentários em “ATON apresenta projeto para a Diretoria do Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.